Viver com consciência

TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE FRALDAS ECOLÓGICAS!

Desculpe alguma coisa que estiver faltando, pois ainda estamos em construção. Se inscreva para receber as atualizações :)   >>>>

Esta página é dedicada ao uso de fraldas ecológicas.

Artigos e relatos em um lugar só, classificados por tópicos, assim unimos o maior número de conhecimento que pode ser encontrado com facilidade. Se você já faz uso dessas fraldas, ajude com informações relevantes e se você pretende usar, está no lugar certo, todas suas dúvidas poderam ser resolvidas aqui!

Estamos em eterna construção e evolução, por isso deixe sua opinião para aperfeiçoarmos a experiência de cada um neste espaço. Abraço e até mais ;) 

para começar, os tipos de fraldas!

Acesse no nome da fralda para saber mais!

Existem também as capas sem impermeáveis, como o PUL é um tecido novo e não é facilmente encontrado, alguns países produzem capas em soft, microsoft ou 100% algodão. E também tem as capas de lã que já eram usadas no tempo da vovó, e ainda é uma opção escolhida por ser uma fibra 100% natural, respirável, com lanolina que é um agente impermeável natural.

Estes materiais são escolhidos pois mantêm o bebê com sensação de sequinho, são quentes no inverno e fresquinhos no verão e ainda podem ser impermeabilizados com sabão natural.

Na maioria dos casos são em formato de shorts. E podem ser usados com um absorventes ou fraldas de pano de algodão (tipo cremer) por baixo para aumentar a capacidade de retenção de líquidos.

A mais usada nos dias de hoje é a fralda de pano moderna, chamada também de fralda de bolso, pocket ou AI2 (All-in-two = Tudo em dois). É formada por dois itens, a fralda e o absorvente. A fralda normalmente é feita em PUL (parece uma malha sintética) ou Minky (tecido aveludado) que são uma tecnologia  maleável, respirável, impermeável e resistente. Sem falar que seca muito rápido. A parte de dentro que fica em contato com a bunda do bebê normalmente é em suede ou suedine, que além de ser muito fácil de lavar, seca rápido também deixa o bebê com sensação de seco. Porém é possível encontrar também em malha de algodão, dry-fit e soft (também conhecido como fleece). Pode ser fechada com botões ou velcro e normalmente são TU (Tamanho único, vestindo desde recém nascido até GG). O absorvente mais usado é de microfibra, que absorve bastante xixi e é muito fácil de lavar e secar, porém, por causa da capacidade de absorção, não pode ser colocada em contato com a pele do bebê, pois pode ressecar, por isso que tem o bolso, que separa a pele do absorvente. É possíve encontrar também absorventes em cânhamo, bambu, atoalhados de algodão e soft (fleece).

As capas são uma evolução das calças plásticas.

As calças plásticas também conhecida como enxutas ou xutas eram muito comuns no brasil, ainda é possivel encontrá-las em algumas cidades, principalmente no interior ou no norte do país. As calças plásticas são feitas de plástico, por isso não são muito confortáveis e duráveis. Porém são bem em conta financeiramente e são usadas por cima das antigas fraldas de pano (aqui onde moro nós chamávamos fraldas cremer, por ser a marca mais famosa da época). 

As capas ou covers são as calças plásticas modernizadas, pois são feitas em PUL, um tecido bem tecnológico, que tem elasticidade, é respirável, é resistente podendo lavar na máquina e é impermeável. Podem ser usadas com os absorventes que não prejudiquem a pele do bebê, como os de algodão, bambu e cânhamo, fraldas tipo cremer, ou pré dobradas (prefold).

Elas se ajustam com elásticos, botões ou velcro.

As fraldas modernas de bolso podem ser usadas como capas, quando colocado o absorvente por fora do bolso ;) A imagem acima ilustra este modo de usar.

Assim, quando o bebê faz xixi, você o limpa e troca só o que absorveu o líquido, e a capa você pode utilizá-la por mais 1 ou 2 vezes no mesmo dia.

Também chamadas de flat e fraldas cremer.

Muitos de nós (que nascemos antes dos anos 90) usaram esta fralda! Sim, nossas mães tem pavor, mas podemos imaginar porque, eram enormes quadrados que prendiam ao corpo do bebê com várias dobras e alfinetes, e se deixase um pouco mais enxarcava a roupa da criança. Sem falar que para quem mora em lugares chuvosos, sem máquina de secar, era um sufoco, e ainda eram lavadas a mão em tábuas de madeira ou cimento, deixando as mãos ardendo depois de algumas horas de esfrega. Ninguém merece né?! Mas, nos dias de hoje, é bem viável, levando em consideração máquina de lavar, secar, capas e acessórios que facilitam o fechamento da fralda! Sim! Elas mordenizaram, as vovós não vão nem acreditar ;) mas, mesmo assim algumas olharam com cara feia para elas :) rrrsssss

Elas podem ser dobradas de algumas formas diferentes e são fechadas com alfinetes,  broches ou snappi. É mais usado nos dias de hoje como alternativa de absorvente, pois além de ter alta absorção, é uma fibra natural de facil lavagem e secagem.

A prefold (pré-dobrada) é a evolução mais próxima das antigas fraldas, ela é normalmente do mesmo material (100% algodão) porém é bem menor pois já vem dobrada e costurada num quadrado menor para ficar mais fácil o uso e algumas vem com um absorvente costurado ao meio dela para absorver o xixi, ou então a mãe adiciona antes de usar dependendo a necessidade. Tem mães que usam este pano apenas dobrando em 3 como absorvente, envolto pela capa, pois torna-se uma opção bem econômica. Se ficou alguma dúvida, clique na imagem aqui ao lado e veja na prática como ela é! :)

As capas anti vazamento são também chamadas de suporte impermeável.

São suportes que colocamos o absorvente dentro para reter o xixi, sem deixar que vazem para a fralda.

Em algumas fraldas vem com botões para prender nas capas de PUL, mas também podem ser usadas por baixo de qualquer uma das capas ou até da fralda de pano comum. São feitas normalmente de malha por fora e plástico ou PUL por dentro. 

A fralda hibrida, eu acredito ser a menos comum aqui no Brasil, ela é a capa de PUL por fora e como absorvente é um forro descartável. Uma que este forro deve ser mais caro que a fralda descartável por não ser comum, e não ajuda muito o meio ambiente, pois assim como as fraldas descartáveis, gera lixo inorgânico. Então eu não sei qual seria a vantagem no uso. Deixarei aqui justamente para ser discutido.

As fraldas de treinamento são cuecas e calcinhas com absorventes que podem vir já costurado junto ou não. Assim como as fraldas podem ser feitos em PUL, ou qualquer outro material que seja confortável para a criança que já está se preparando para sair das fraldas. Um outro método utilizado para ajudar neste processo é as fraldas pocket de malha de algodão ou bambu, pois elas deixam a criança com sensação de molhado e assim eles vão criando consciência do ato de fazer xixi e cocô. 

As fraldas Biodegradáveis podem ser uma opção também, ainda não são fáceis e acessiveis no brasil, mas existe sites e lojas que vendem, eu acho uma boa opção para ter de emergência ou para viajens. Não é muito cara não, sai um pouco mais caro que as fraldas comuns, para quem for usar de segundo plano, vale a pena. 

A marca Wiona por exemplo é uma marca Alemã, é feita com celulose de florestas de reflorestamento e o branqueamento é feito com oxigênio, ou seja, a produção é reduzida em quimicos. Eles reduziram na metade a quimica responsavel por absorção do xixi, o que causa menos alergia.

Além de tudo a fralda se decompõe em 5 anos e a empresa repassa parte do lucros para instituições com necessidades, no Brasil, eles apoiam o hospital Pequeno Principe. 

A AIO (all-in-one = Tudo em um) é igual a fralda descrita acima, a fralda com bolso, a única diferença é que o absorvente já vem costurado na fralda. A maioria delas permite usar mais um absorvente se for necessário. Algumas vem em forma de bolso, outras em forma de abas. Porém são mais difíceis de secar, pois o PUL não pode ir na secadora por muito tempo, apenas nos ciclos mais delicados. Porém é muito prática, não intimida as pessoas. Então se você mora em um lugar quente ou com bastante vento, é uma ótima opção.

A Contour (contorno) ou fitted (ajstada) é evolução da prefold, pois é  um formato anatômico, que facilita ainda mais o encaixe no bebê.

E a fitted vem com elásticos para ajustar ainda mais nas perninha e na barriguinha.

Com elas acompanha o absorvente ou já vem costurado junto.

Ela normalmente é fechada com alfinetes, broches ou snappi, porém já existe versões com botão ou velcro. 

Elas estão entre as antigas fraldas e as modernas ;)

Porém a maioria, se não todas, são sem impermeável. em tecidos mais naturais como cânhamo, bambu e algodão.

Por sua naturalidade e maciez, é muito boa para recém nascidos, mas, pode ser usada para todas as idades.

Vamos falar de acessórios?

Abaixo está a descrição dos acessórios usados junto com as fraldas.

Clique nas caixas amarelas para saber mais.

 
 

Este acessório, no meu ponto de vista é essencial que seja de pano também. Pois se você terá que lavar as fraldas, não fará muita diferença lavar os paninhos de limpeza junto.

Que podem ser feitos de roupas velhas ou fraldas de algodão recortadas em pequenos quadrados. Algumas mães compram lenços humedecidos e reutilizam por diversas vezes (Atenção que só algumas marcas resistem à lavagem). Sem falar que evitamos os químicos dos lenços industrializados e economizamos mais um bom dinheiro neste processo. Existe também a opção biodegradável, porém é dificil de encontrar, em muitas cidades não existe, e dependendo a marca é bem caro.  

Existe também a opção caseira, feita com produtos naturais e que temos em casa, que é excelente para emergências ou quando precisamos sair ou viajar.

Os absorventes, também conhecidos como recheio ou insets, são os mais usados nos dias de hoje, pois eles são ótimos para absorver bastante xixi e assim evitar o vazamento para as roupas. São usados nos bolsos das fraldas ou por cima das capas, também podem ser usados mais de um dependendo o bebê e a hora do uso (como nos passeios ou a noite, onde precisamos ficar mais tempo sem trocas).  

Podem ser encontrados em diversos materias como fibras naturais de bambu, algodão e cânhamo, porém as mais usadas são de microfibra e fleece, pois tem alta retenção de líquidos, é fácil de lavar e secar. Porém, a microfibra só pode ser usada nas fraldas de bolso, dentro do mesmo, pois absorvem a humidade da pele do bebê e em contato com a pele causam assaduras, elas são mais usadas pois são menos volumosas que o fleece.

Os reforços vão variar de marca para marca, cada uma tem um forma de fabricação, mas, são semelhantes ao absorventes, porém, geralmente têm mais camadas de absorção, para serem usados a noite ou em algumas ocasiões.

Os absorventes muitas vezes são fabricados pelas mães, pois são simples de fazer. Porém se for seu caso, faça testes de absorção com o tecido para ver se ele vai ser realmente útil.

Basicamente existe 3 formas de prender as fraldas flats, pré-dobradas, contornos e ajustadas (quando nos últimos 2 casos não tem fecho de botão ou velcro), com o antigo alfinete (broche), o snappi e o boingo.

O boingo e o snappi são a evolução do alfinete, pois são mais práticos de usar. Eles tem garrinhas nas estremidades facilitando a fixação. O snappi tem 3 pontas e quando ajustado na fralda (da esquerda para a direita e por ultimo no centro), forma um Y. 

O boingo é ainda mais parecido com o alfinete, ficando na mesma posição que eles. Precisa de mais agilidade, enrrosca-se 1 lado e depois o outro. 

Na minha opinião este acessório é igual a fralda, cada mãe tem sua preferencia.

Eu amo as pré-dobradas, e não uso nenhum prendedor, apenas a capa por cima, e funciona muito bem :) Mas, acredito que um bebê muito agitado possa precisar deste acessório.

É uma facilidade na hora de tirar o cocô da fralda, pois basta colocar a fralda próximo a privada e acionar a ducha, deixe inclinada a 45 graus e os resíduos serão removidos com facilidade, até possíveis manchas são eliminadas neste processo

A fronha de soft, microsoft ou malha de algodão, é uma solução para quem quer usar capas e absorventes de microfibra (que são ideais, pois tem pouco volume e bastante absorção). Neste caso é necessário para não causar assaduras no bebê; pois a microfibra absorve a umidade da pele do bebê.  

As bolsas impermeáveis, são bolsas com ziper, que geralmente cabem 8 fraldas de bolso e são ótimas para levar junto quando sai em um passeio, escola ou viajem.

Os sacos são abertos e servem para forrar o recipiente onde as fraldas sujas serão armazenadas em casa.

A bolsa e o saco são feitos de PUL, tecido impermeável, evitando que o cheiro ou umidade das fraldas vaze para a bolsa de roupas do bebê, recipiente ou para o ambiente.

Nos dois casos, são lavados junto com as fraldas.

Para armazenar as fraldas sujas, você vai precisar de um recipiente. Neste caso vai depender do número de fraldas que você tem, se você tiver 20 fraldas, no máximo em 2 dias você terá que lavar as fraldas, neste caso, não precisa ser um local fechado, pois o cheiro não chegará a ficar forte (ainda mais nos primeiros meses de vida do bebê). Porém, se você tiver 60 fraldas, ficará uma semana sem lavar fraldas e elas com certeza ficaram com cheiro bem forte, sem falar que faram um grande volume, neste caso recomendo um recipiente com tampa e grande. Eu gosto de deixá-las num recipiente aberto, pois percebi que em ambientes fechados elas causam mais cheiro e produzem mais amônia. Mas se você mora numa região de calor, provavelmente vai preferir um recipiente fechado.

Fita adesiva, a mais usada é a fita crepe. Ainda é usada em alguns casos, como para quem usa a flat, profold, contour ou fitted que não possuem fechamento em velcro ou botões, é sempre bom ter na mão, pois mesmo fazendo uso de acessório para fechar, quando os acessórios somem, a fita é quem salva! :)  

Os forrinhos ou liners, têm em formato biodegradável descartável e em tecido reutilizavel de algodão, fleece, soft ou microsoft.

São usados entre a fralda e a pele do bebê, é indispensáveis durante o uso das pomadas, óleos ou remédios para assadura. Pois estes itens em contato com a fralda de bolso, pode danificá-la. 

Podem ser usadas também para quem está começando com as fraldas, quando está em passeio ou viajem. Pois o cocô fica no forrinho, assim a mãe joga no lixo o forrinho (quando for biodegradavel), ou se o bebê estiver fazendo cocôs sólidos, o mesmo é descartado no vaso sanitário e o liner pode ser lavado ou descartado. Assim retira-se os sólidos com muita praticidade.

Algumas marcas biodegadáveis, podem ser reutilizáveis também, vale testar! E algumas mães usam o lenço humidecido e depois de lavar usam por diversas vezes como liner reutilizáveis. Algumas marcas funciona muito bem ;) 

Ajuda a usar a ducha higiênica sem espirrar água para todos os lados. 

​É possível reproduzir este item usando uma garrafa grande de 5 L de sabão líquido.

SE VOCÊ PUDESSE DAR 3 CONSELHOS SOBRE FRALDAS DE PANO, QUAL SERIAM?

 
 

entre em contato com casa viva :D

Fraldas de pano?